Torção de Testículo

O que é Torção de Testículo?

A torção de testículo é uma urgência urológico que ocorre mais frequentemente nos adolescentes, mas pode acontecer em qualquer idade.

Ocorre uma rotação (giro) do testículo no próprio eixo, levando a uma obstrução das artérias que levam o sangue para nutrir e oxigenar o testículo e das veias que drenam esse sangue de volta para a circulação. Com a falta de oxigênio, o testículo pode sofrer uma necrose e, se não tratado a tempo, parar de funcionar e ter que ser retirado.

Torção Testículo.png

Quais os principais sintomas da Torção de Testículo?

 

O principal sintoma da Torção de Testículo é a dor testicular. Essa dor é SÚBITA (AGUDA) e muito FORTE, podendo começar a qualquer momento, até mesmo com a pessoa dormindo.

Após o início da dor, o saco escrotal vai aumentando de tamanho e ficando avermelhado/arroxeado e, muitas vezes, pode-se notar o testículo numa posição diferente do normal.

Além desses sintomas, o paciente pode ter náuseas e vômitos

 

Como fazer o diagnóstico?

 

O diagnóstico é feito, principalmente, baseado na história (sintomas) do paciente.

O melhor exame de imagem para confirmar o diagnóstico é a ultrassonografia com Doppler. Nesse exame, observa-se um testículo aumentado, heterogêneo e sem a presença de fluxo sanguíneo em seu interior.

 

Quando e como tratar?

 

O tratamento da torção de testículo é cirúrgico e consiste em distorcer o cordão espermático e o testículo e fixá-lo dentro do saco escrotal.

A torção de testículo é uma URGÊNCIA médica e deve ser tratado imediatamente após feito o diagnóstico. O tempo ideal para que a cirurgia seja realizada é antes de completar 6 horas que a dor iniciou, ou seja, o tempo para salvar o testículo e todas suas funções é bastante curto. Depois de 12 horas do início dos sintomas de dor, a chance de se salvar o testículo é muito baixa, em torno de 10%.

Quando se observa, durante a cirurgia, que o testículo não se encontra viável, ele deve ser retirado (orquiectomia). Nesses casos, uma prótese testicular pode ser colocada no escroto.

Por isso, em caso do seu filho apresentar os sintomas descritos acima, ele deve ser levado imediatamente um hospital para que seja avaliado e devidamente tratado.

É importante comentar que o testículo do outro lado também deve ser fixado no saco escrotal, para que ele não torça no futuro.

 

Principais diagnósticos diferenciais

 

Algumas situações podem se assemelhar e confundir com a torção de testículo.

A orquiepididimite, inflamação do testículo e do epidídimo (estrutura localizada atrás do testículo e que serve para amadurecer os espermatozoides), também cursa com dor testicular, saco escrotal aumentado de volume e avermelhado, porém, nesses casos, a dor tem um início mais lento e vai piorando aos poucos, assim como o aumento do escroto. O tratamento da orquiepididimite é clínico, com anti-inflamatórios e antibióticos.

A torção do apêndice testicular também é uma situação que pode ser confundida com a torção do testículo. Nesses casos, uma pequena estrutura (apêndice do testículo), situada na porção superior do testículo/epidídimo pode torcer e causar dor, aumento de volume a vermelhidão do saco escrotal. Nesses casos, a dor tende a ser menos intensa e as alterações do saco escrotal mais localizadas em sua porção superior.

410270-PD4US4-854.png