Urologia Pediátrica

Como impedir que os irmãos lutem entre si

Os nossos irmãos são, porventura, as pessoas que mais amamos na vida. Mas isso é o que a maioria de nós sente na fase adulta, porque enquanto crianças os irmãos lutam, são agressivos e discutem com muita frequência. Saiba como impedir que os irmãos lutem entre si e faça com que eles convivam de forma amiga e pacífica.

Não empolar os desentendimentos entre irmãos

Não dar demasiada importância às quezílias entre irmãos é uma boa estratégia para impedir que eles lutem entre si.

Se sentirem que são estrelas no centro da atenção dificilmente as crianças quererão abandonar o protagonismo. Mas se observarem que aparentemente ninguém está muito preocupado com as suas discussões cansam-se da brincadeira e comportam-se bem melhor.

Estar atento às respetivas manifestações de força

Não sobrevalorizar as lutas entre irmãos não quer dizer que se deva ficar indiferente e adotar uma postura desinteressada face à situação. Há que estar atento para confirmar se apesar dos desentendimentos os irmãos se gostam e se querem bem.

Avaliar corretamente o nível de lutas a que os irmãos se entregam também é fundamental. O que fazem quando se desentendem? Batem-se, mordem-se, pontapeiam-se mutuamente? Nota que existe verdadeiro ressentimento entre os irmãos ou apenas agem de forma violenta no calor do momento e depois fazem as pazes como se nada fosse?

Preste atenção às lutas entre irmãos, quase sempre essas contendas não passam de demonstrações de teimosia, força, algo muito comum nas crianças em crescimento.

Ensinar-lhes que existem alternativas às lutas

A maioria das crianças resolve os seus problemas da maneira que julga mais rápida e alguns socos e pontapés parecem ser o remédio mais eficaz para as injustiças do mundo.

Com o tempo acabam por perceber que existem melhores formas de resolver os casos complicados da vida e é sua a responsabilidade de os ajudar a entender isso.

Educar uma criança para conversar e procurar consensos, em vez de partir para a violência física é criar melhores adultos, e por conseguinte contribuir para um mundo melhor.

Valorizar os laços familiares

Os irmãos precisam de adquirir a noção de que são família muito chegada e que entre família deve existir amor, carinho e apego, e nunca revoltas, frustrações ou medições de força.

Dê você mesmo o exemplo valorizando os laços familiares, promovendo almoços e passeios em família. Convide primos, cunhados, tios, padrinhos, enfim… una a sua família e deixe os seus filhos entenderem que família é algo sagrado que deve ser preservado e mantido. Verá como entre os irmãos vai começar a crescer um cada vez maior sentimento de união.

Servir de mediador entre os irmãos

Muitas vezes tudo o que falta para que os irmãos façam as pazes é alguém ter coragem de dar o primeiro passo quebrando o gelo, e não pense que isto se passa apenas entre crianças. Seja você o mediador entre os seus dois filhos que estão constantemente em conflito.

Certamente eles estão com imensa vontade de se entenderem de novo para poderem recomeçar as brincadeiras e jogos do costume, e se você os reaproximar tudo fica sanado rapidamente. “Meninos, não quero ver zangas! Toca a dar um abraço um ao outro agora mesmo! Nada de caras feias, vamos embora!”, esta e outras expressões conseguem fazer maravilhas. Desta forma os dois irmãos não perdem a dignidade (dentro da sua conceção infantil de dignidade), e fazem as pazes.

Convencer os seus filhos de que gosta deles de igual maneira

Uma das maiores razões de conflitos entre irmãos é o guerrearem pelo amor e afeto dos pais. Por vezes um dos irmãos sente ciúmes do outro (quase sempre o mais velho em relação ao irmão mais novo), e passam a disputar a atenção dos pais através de discussões e lutas.

Convença os seus filhos que o seu carinho é igualmente repartido pelos dois e que não existe nenhum tipo de favoritismo da sua parte. Tranquilize o espírito das suas crianças para que deixem de se comportar como rivais e possam conviver de forma tranquila e civilizada.

Não dramatize muito o caso de os seus filhos viverem em permanente conflito, mas não se omita em relação ao problema. Procure descobrir qual a razão que está por trás das discussões entre irmãos para que você possa agir na causa e não nos efeitos. Previna em vez de remediar, discipline as crianças e sane os conflitos com muito amor e ternura, aplicando os castigos que entender necessários.

Educar não se limita a dar beijinhos e a dizer palavras mansas. Sempre que lhe parecer que as lutas entre irmãos estão a ultrapassar os limites do razoável aja em conformidade e mostre aos seus filhos que para toda a ação existe uma consequência e que não é a lutar que se resolvem os problemas.


Fonte: http://pequenada.com/artigos/como-impedir-que-irmaos-lutem-entre-si

 

Localização do Consultório do Dr. José Murillo

Localização

Av. Rio Branco, 2985 sala 605
Centro
Juiz de Fora/MG
36010-012

(32) 3218-9899

Localização completa do consultório do Dr. José Murillo, mostrando locais próximos para estacionamento, pontos de taxi e ônibus.

Fechar

Atendimento

Preencha todos os campos do formulário abaixo para enviar sua mensagem ao consultório do Dr. José Murillo

© 2014. Todos os direitos reservados.